Da necessidade à realização

Com toda a certeza que como desenhadores projectistas ou aprendizes  já pararam para pensar como é que nasce um produto. Um produto surge quase sempre de uma necessidade, mas quase? Sim, quase. Com a sociedade de consumo, cada vez mais produtos são, como forçados a entrar no mercado, a necessidade vem à posteriori,muitas vezes induzida por campanhas publicitárias agressivas e altamente bem estudadas para convencer o consumidor que precisa daquele objecto. Isto muda o paradigma da fase inicial do projecto, a necessidade.

Os princípios do desenvolvimento de um produto são amplamente conhecidos. E seguem a seguinte ordem:

  1. Identificação ou indução de uma necessidade
  2. Transformação da necessidade em algo exequível
  3. Investigação
  4. Criação das especificações base
  5. Processo criativo, ideias
  6. Criação de soluções para as ideias
  7. Análise das alternativas às ideias
  8. Criação de protótipo e testes laboratoriais
  9. Selecção da melhor das soluções encontradas
  10. Produção
  11. Marketing e comercialização
  12. Uso do produto no utilizador final (manutenção e reparação)

São estas as etapas comuns no desenvolvimento de um novo produto. Ao desenhador tem ainda de ter em mente uma série de variáveis, sobretudo na sexta etapa “criação de soluções para as ideias”, nomeadamente:

  • Respeitar normas
  • Implicações ambientais
  • Segurança
  • Ergonomia
  • Aspecto
  • Materiais a usar
  • Possíveis implicações legais
  • Prever futuras implicações (ex. compatibilidade com equipamentos futuros)
  • Necessidade especiais para a produção tanto humanas como de maquinas.

Tudo isto sem nunca por de parte duas variáveis muito importantes, o custo e o tempo.

Este percurso é levado a cabo por uma equipa multi-disciplinar e o desenhador projectista é uma das peças centrais neste puzzle.

Mas final o que se espera do desenhador projectista? Hoje com as poderosas ferramentas CAD o trabalho do desenhador passa por:

  • Participar no processo criativo de formação de ideias,
  • Desenhar os conceitos iniciais,
  • Realizar os cálculos necessários,
  • Escolha dos diversos elementos normalizados,
  • Preparar desenhos para protótipo,
  • Acompanhar o desenvolvimento do protótipo,
  • Realizar alterações nos desenhos,
  • Criar desenhos para a produção,
  • Realizar os de mais desenhos para manutenção, controlo de qualidade, ilustração, etc. …
  • Criar dossier do produto,
  • Arquivar desenhos,
  • Manter a base de dados dos desenhos actualizada.

As funções do desenhador podem ser ainda mais dependendo da equipa de desenvolvimento da empresa.

Com as etiquetas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: